Uso prático de Scientology na Magia

O que você entende por realidade?

A scientology traz uma perspectiva interessante do que é realidade. Entender isso pode ser fundamental e muito útil ter no inventário de ferramentas mágicas.

O TRIÂNGULO ARC

O triângulo ARC é constituido por:

Afinidade .:. Realidade .:. Comunicação

Resultado de imagem para triângulo ARC

A comunicação é aglutinadora, servindo de ponte inicial para a formação dos demais. Em uma interação Comunicação-Afinidade temos como resultado a Realidade. Mas o que isso significa?

Realidade segundo scientoly é “aquilo que parece ser”.  Portanto se você pensa que a vida é uma bosta para você e que as pessoas lhe odeiam ou que a sua mãe é uma vampira, isso tudo é verdade. Pois parece ser. Mas em um momento posterior você pode desacreditar nisso tudo e mudar sua concepção.

É normal pensarmos que um sonho  é real quando dormimos. Até acordarmos.

A realidade não  é absoluta por que vemos de acordo como  ela parece ser para nós. Por isso que entender esse triângulo pode ser útil para práticas de magia (principalmente magia do caos) em que pode-se moldar a realidade para parecer ser algo que ela não é. E isso não importa se é verdadeiro ou não. Nada é verdadeiro. O que importa é que a mentira seja boa.

A comunicação permite aglomerar. A comunicação é importante em qualquer meio. É  através dela que agimos. Usamos comunicação em magia usando símbolos e expressões corporais. Comunicar é aproximar. Anote isso. A-PRO-XI-MAR…

Afinidade é o contato. é a aproximação em si iniciado pela comunicação.

Portanto aproximar de uma ideia faz dela real.

Por isso que é importante ter afinidade com um sigilo para ele ter efeito. Existe uma aproximação, uma união.

Se você conversa com uma pessoa ela está de acordo com você, a afinidade aumenta e consequentemente a comunicação melhora. A cena (realidade) se faz marcante.

Para obter um objetivo você precisa se aproximar e ter afinidade com a ideia. Se o teu objetivo lhe assusta, isso dificulta a realidade de ela se fazer presente em sua vida.

Melhore a afinidade comunicando com a ideia. Implante, visualize, imagine-o, use sigilos, orações, etc… Até que a ideia lhe pareça normal e comum. A afinidade melhora e a realidade do triangulo se faz mais perto.

O triângulo se aplica para qualquer situação.

Quando há as três em consonância temos a compreensão.

O triângulo se complementa com a regra Ser-Fazer-Ter

SER-FAZER-TER

Essa regra se trata de comportamento.

Para ter algo você precisa fazer e para poder fazer é preciso ser.

Como assim?

Exemplo.

Quer ser rico?

O que quer ter? Riqueza

O que fazer? Riqueza

O que ser? Rico

Parece Nonsense, não é?

Ser  é agir como se fosse. Mas “ser” rico não é gastar. Ser rico é ganhar! A ação de gastar lhe torna mais pobre.

Sendo (ou se fazendo de rico) você faz coisas que ele faria para ter riqueza. Fazendo o que ele faria você como resultado terá riqueza.

Parece bobo e trivial agora, não é?

Isso é por que é exatamente isso! Nós não vemos o trivial.

Seja antes de fazer para poder ter.

Em magia poderia ser aplicado da seguinte forma:

O que ter? – Qual o objetivo?

O que fazer? – Como conseguir?

O que ser? – Como entrar na condição?

Poderia usar método de magick para condicionar sua mente a perceber uma realidade X para poder Ser. Então fingindo fazer  até obter o objetivo.

.:23:.

Anúncios

Imaginação – a arte de criar

Sabe-se que magia é a união de Vontade com Imaginação. Mas o que é Imaginação?

Em um dos textos da coletânea “Pergaminhos Voadores“, temos uma discussão acerca  da imaginação.

O Homem é um animal  que pode agir de forma consciente e racional usando a sua mente analítica.

O objetivo de qualquer criatura  é nada mais e nada menos do que sobreviver. O Homem além de sobreviver deve criar.

Criar é a palavra de ordem do bicho Homem. Essa faculdade é que faz dele diferente dos demais animais. Criar continuadamente é sobreviver.

Ele usa a imaginação como ferramenta de criação. Imaginar é gerar uma imagem mental. Quando é adicionado um elemento de Vontade, se faz o ímpeto da criação.

No Hermetismo essa habilidade de criar é o que faz dos Humanos semelhantes a Deus, que no sistema hermético é chamado de TODO. O TODO é mente… Cria, destrói, transforma de maneira mental. Adeptos de magick cria, destrói e transforma de forma mental.

Quando se imagina, causa-se uma impressão no astral e toca o tecido do Akasha.

Um pensamento ou uma imagem constante e prolongada pode vitalizar uma ideia e ela por vezes toma proporções independentes  do criador. Existem técnicas para isso (que talvez no futuro eu os comente aqui).

Uma pessoa criativa possui uma imaginação saudável.

Com uma imaginação bem treinada pode-se resolver um problema com mais rapidez e eficácia, pois a mente gera três ou quatro formas de como solucionar tal problema.

Em magia é de crucial  importância ter uma imaginação fértil, pois muitos textos, poemas ou proza estão cheios de  símbolos que possuem significados ocultos. É através da imaginação que as orações, rituais, sigilos, etc… atuam. Um ato de magick quanto mais impressionante (no tocar da imaginação), fascinante e incrível, mais forte é.

Esse também pode ser o elo fraco do mago, pois com uma imaginação descontrolada, muitas coisas anormais pode ocorrer e assim servir de fresta para que o adepto sofra ataques. Uma pessoa com uma imaginação desequilibrada pode ter pensamentos alucinantes e chegar a uma paranoia. Por isso que um dos primeiro exercício de magick é controlar sua própria mente, para impedir que pensamentos ou ideias (na maioria das vezes advindas de sugestões) permaneça na mente.

Tem de haver equilíbrio em tudo. Tudo possui dois lados, um lado positivo, ativo, criativo e outro um lado  negativo, passivo, destrutivo. Você tem de estar no meio…

COMO FORTALECER A IMAGINAÇÃO?

Aqui vai algumas sugestões para que você possa exercitar sua imaginação.

1 -Desenhe.

Desenhe qualquer coisa. Faça rabiscos, faça imagens aleatórias, círculos com padrões… Não importa. Deixe a imaginação fluir. As pessoas tendem a bloquear a imaginação e isso é uma dos obstáculos no caminho da magia. Pois magia é simbolizar e símbolo é imagem!

2 – Escreva

Outro exercício que você pode fazer, é escrever. Inventar qualquer história, poema, trecho de texto, música… Apenas escreva. Eu gosto de escrever coisas bem Nonsense (da qual pode verificar aqui neste Blog), pois o Nonsense acorda as células o cérebro! Ninguém precisa ler o que você escreve… Apenas escreva, crie rimas e pode queimar se quiser. Em algum momento você terá que fazer isso em algum feitiço…

3 – Ouça música

Ouvir música além de relaxante, também ajuda a imaginação  fluir… Perceber riitmos e acompanhar as mudanças dos passos e dos acordes, deixará  sua mente mais afiada. Pelo menos te relaxará…

4 – Leia

Ler também ajuda no processo criativo… Ler te inspira. Inspiração é o fruto da imaginação. Ou a imaginação  é o fruto da inspiração, sei lá.

Ler ficção, histórias nonsenses (no meu blog  se quiser xD).

Aprender sobre mitologia é bem legal e útil para compreender muitos dos rituais e feitiços.

5 -Viaje na internet

Ficar viajando na internet sem buscar algo específico te levará em lugares que você nunca imaginou… Basta começando abrindo o google e digitar uma palavra inicial …  Pode ser qualquer coisa. Digite “Fnord” e vá em imagens. De uma olhada nas imagens e clique em alguma delas. A que mais lhe chamou a atenção. Dê uma olhada no site, busque palavras que você não conheça e siga o caminho…

 

A imaginação é um papel fundamental na magia por que é por ela que você desenvolverá a magia, propriamente dita.

Em algum momento você terá que recitar uma rima, criar seus próprios feitiços, sentir os “personagens” como se fosse reais, criar os seus próprios entre outras funções. Você perceberá que criar lhe dará uma satisfação enorme! Isso é divino!

Esse foi apenas uma das face da magia, a outra face é a Vontade, que ficará para um outro momento.

 

Chaos Magick

“Se façam de tolos aqueles que pensa que sabem” – St Gulik, 123 AC

“Com mais caos, eu faço a sopa da criação” – St Gulik, 132 AC

“Por mais que se possa direcionar, sempre vaza algum fluido” – St Gulik, 133 AC

A magia possuem bases e ácidos bem definidos. Não ligue pela forma em que escrevo, apenas observe o que escrevo. Mas claro que saber é diferente de compreender e se escrevo de forma engraçada, é porque o caos está em mim.

Depois de passar por momentos tão rígidos, ao que parece a magia sofreu transformações vindo parar numa espécie de modernaidade, tal como ocorreu com a física (vinda da clássica de Newton até a de Einstein e ainda para ficar mais louca, a tal da Física quântica depois de Plank, Bohr, etc…).

A magia é flexível e passiva de diversos métodos e é sobre isso que venho tratar. O chaos magick é, talvez certeza, a magia preferida dos discordianos, mas não é só discordianos que gostam dessa cereja.

O chaos magick é um mix de modelos e conceitos que pode ser, ou não, usado pelo adepto. Ele saca o conceito e mistura para fazer do seu modo mais.. gostoso.

Vejamos:

Thelema + Golden Dawn + Austin Osman Spare + Carrol + Wicca + viagens psicodélicas + algumas coisas = Chaos Magick. O que digo é que a união de vários segmentos e sistemas mágicos forma o chaos magick.

O conceito de magia do caos se baseia que o caos é uma forma de energia livre para tomar forma e como dar forma a ela independe  da forma que você emprega, desde que esteja certo.

O que há é que a magia do caos lida com infinitas possibilidade. Tendo gnose, tá valendo. É a magia descolada do século XXI (mas surgiu no século XX).

Gnose é a energia que você utilizará para alterar sua consciência. No livro de Carrol, Liber Null, ele cita dois métodos: Inibitório e Excitante.

No inibitório você altera a consciência pela inibição do senso comum, percepções, entre outras formas de inibir, tais como concentração, olhar fixo…

No excitante você usa normalmente sexo, medo, horror, terror, grandes desafios morais, etc. De certa forma, uma grande impressão na imaginação ou na mente, fazendo- paralisar e então a gnose ocorre.

O mais comum sistema empregado em Chaos Magick é o uso de sigilos, que é um desejo em forma pictórica da qual você energiza com uma das gnoses citada acima para enviar a mensagem diretamente ao seu subconsciente.

Você então escreve em uma folha o desejo, retira as letras repetidas e forma uma palavra nova. Essa palavra é uma palavra de poder e com as letras você forma um desenho.

Esse desenho passa pela sua razão e chega no outro lado da sua consciência.

Uma ampliação do sigilo é a criação de servidor.

Servidores são uteis em desejos obsessivos. Também pode lhe ajudar em algumas tarefas, tais como: melhorar o fluxo do trânsito, proteção de residência, encontrador de objetos perdidos, curador, etc…

Eles têm uma vida independente e pode se tornar um vampiro sugando sua energia. Portanto seja responsável na criação deles.

Para criar um servidor você precisará de:

– Objetivo

Criar o objetivo é o impulso inicial da criação. Forme uma frase com o objetivo, retire as letras repetidas e com isso forme o nome dele e o sigilo.

– Descrição dele

Aqui é como você quer que ele se comporte e as atribuições dele.

– Onde se alimentará

Ele precisa de alimento e é bom ter uma fonte inesgotável para que ele não sugue as suas. Por exemplo, se criou um servidor para lhe ajudar no tráfego de veículos, então onde tem trânsito, caos, coisas do gênero que gera emoções em humanos de impaciência seria ideal.

– Onde residirá.

É o local onde ele ficará aprisionado. Um objeto que pode ser carregado por você ou em casa, no carro… etc.

Feito isso, você tem que dar vida a ele e para isso faça um ritual.

O ritual pode ser criado por você com fragmentos de outros rituais (por isso que adoro chãos magick).

Atribua a ele símbolos planetários, numerologia, árvore da via, etc… Assim você saberá quais velas usar, quais cores, qual número, incenso etc..

Depois que o servidor fez seu propósito, é bom você desintegrá-lo para que ele não se torne um vampiro. Então faça um ritual para a sua absorção.

O chaos magick atua no caos e o caos é como uma manta de probabilidades infinitas e qualquer ação realizada nela, irá surgir um efeito na outra extremidade.

A mente monta suas próprias percepções e entender como elas funcionam é que é o essencial. Entender porque algumas palavras causam efeito sobre organismo e como usá-las.

Mais detalhes, ao longo do tempo será postada por aqui…

Tenho que organizar uma lista de arquivos para colocar aqui como referencia e material para consulta, para que você faça seus próprios rituais, sigilos, servidores, etc…

=><=