MAGIA DOS CHAKRAS

Chakras em sancristo significa roda. É um vórtice no corpo etérico do Homem. São responsáveis pelo fluxo energético da vitalidade e ondulações de pensamentos e emoções ao corpo. São também centros de força.

Quando desenvolvidos várias habilidades (físicas e psíquicas) são acentuadas. O mago e sua evolução espiritual acabam desenvolvendo esses centros e ai que ele acaba possuindo tais poderes.

Há sete centros de forças (chakra):

Chakra – Sâncristo

  1. Fundamental, básico ou raiz – Muladhara
  2. Esplênico – Swadhisthana
  3. Umbilical – Manipura
  4. Cardíaco – Anahata
  5. Laríngeo – Vishuddha
  6. Frontal – Ajna
  7. Coronário – Sahsrara

O chakra fundamental é  mais inferior (no sentido de localização) situado na base da espinha dorsal absorve energia primária do duplo etérico (akasha) e distribui. Sua cor é o vermelho ou preto. Relacionado ao elemento Terra, é responsável pela saciedade dos desejos e instinto de sobrevivência.

O esplênico especializa, subdivide e difunde a vitalidade vinda do Sol. Situa-se próximo ao órgão genital, acima do osso púbico. Responsável pela criatividade, sexualidade, sensualidade, capacidade de sentir emoções, etc. Sua cor é a laranja e associado ao elemento água.

O chakra Umbilical, localizado no plexo solar, recebe a energia primária e subdivide em dez radiações. Relacionado aos sentimentos e emoções de diversas índoles. A sua cor abrange matizes de vermelho e verde e associado ao amarelo. O fogo é o elemento associado a esse chakra. Quando o mago trabalha na sua personalidade a qualidade de benevolência, compaixão, perdão entre outros, está trabalhando com esse chakra. Afeta a circulação sanguínea e o sistema cardiorrespiratório.

O chakra de número 4 é o cardíaco, cor de ouro e subdivide a energia primária em doze ondulação, localiza-se entre os mamilos. O elemento Ar é atribuído à esse chakra e associado ao amor abnegado pela transcendência do ego e do julgamento. Quem tem esse centro ativado é capaz de amar os outros e a si próprio.

Vishuddha, ou o chakra laríngeo subdivide os raios recebidos em dezesseis. Localizado na garganta possui a cor azul turquesa. A esse chakra, segundo Eduardo Coelho, o elemento Akasha é atribuído. A comunicação é sua natureza.Quando bem desenvolvido pode despertar a habilidade da fala, honestidade, lealdade, sabedoria e o uso correto do conhecimento.

O chakra frontal conhecido como o terceiro olho, localizado enre as sobrancelhas, possui 96 ondulações. O azul índigo é a sua cor e a Luz é o elemento atribuído a esse chakra. Quando bem desenvolvido desperta no indivíduo a telepatia, clarividência, a intuição e o desenvolvimento mental.

O sétimo centro de força, o coronário localizado no topo da cabeça é responsável pelo desenvolvimento espiritual. Geralmente ele é o último que se atualiza. Contém 960 ondulações, demonstrando o quão alto é sua vibração. É o chakra por onde penetra a energia cósmica. Possui atribuição de irrigar energeticamente o cérebro, a projeção da consciência, memória, etc. Permite a unificação do Eu superior com a personalidade humana, união com o infinito, vontade espiritual e inspiração.

Se diz que os chakras são separados em três categorias: inferior, médio e superior, da qual respectivamente associado ao filosófico, pessoas e espiritual.Os chakras 1 e 2 transferem para o corpo o fogo serpentino da terra e a vitalidade do Sol. Os chakras 3, 4 e 5 agem na força que o ego recebe por meio da personalidade. O terceiro e o quarto estariam relacionado ao mundo astral e o quinto ao mental. O sexto e o sétimo, sento totalmente independentes estariam atribuídos a função do corpo pituitário e a glândula pineal (atenção aos Discordianos!!) e grau espiritual.

A energia ou força que no hermetismo é recolhido do akasha é absorvida pelos chakras. O desenvolvimento dos chakras é o que permite o mago conceber poder. Aconselho ao leitor buscar mais informações a respeito dos centros de força e assimilar com outras atribuições e rituais da Golden Dawn, por exemplo.

Anúncios

Energia Sexual

O Homem do ponto de vista hermético possui atribuições equiparadas ao cosmo. Ele usa as forças e energias para prover sua vontade. Possui forças ativas e passivas, qualidades elementais e gêneros (feminino e masculino). Controlar essas energias de acordo com sua vontade é a grande obra. Segundo Samael Aun Weor em El Magnus Opus, a grande obra é a transmutação da Lua em Sol.

O mago usa diversas fontes de energias para direcionar ao seu intento. Uma delas é a energia sexual, ou a Kundalini.

O que vou propor aqui é uma correspondência entre magia sexual, chakras e Hermetismo.

Sobre o Homem e os Elementos

No Homem (espécie) há atrelado a ele os cinco princípios elementares. Sim! Cinco. Os quatro são os conhecidos: fogo, ar, água e terra. O quinto é o Akasha, o elemento primário da qual originou os demais. Akasha também é chamado de Deus. É uma energia infinita, onipresente, sem forma que pode ser moldada mediante a Vontade.

O quinto elemento, Akasha, representado por um ovo negro.

Algumas atribuições elementais são visíveis, como o frio e o calor que sentimos no corpo. A água é o princípio magnético, passivo no microcosmo. O fogo o elemento ativo, elétrico expansivo. Ar é uma mistura dos dois tendo o arquétipo de volatização (pensamentos, ideias, etc). A terra seria o corpo, unificando todos os elementos.

Encontramos na água os líquidos do corpo e a parte do sistema de excreção. Ao fogo a cabeça, a parte ativa onde localiza o cérebro. O ar o sistema respiratório. A terra os ossos.

Akasha está no sangue e no sêmen. Por esse motivo que o sangue seria usado em rituais e em magia, pois é um fluído eletromagnético (Od) altamente carregável com ideias e emoções podendo potencializar o efeito mágico.

Chakras, Kundalini e Magia Sexual

Os chakras são centros de forças que canalizamos e mantemos nosso corpo etérico (espiritual) vivo. Defeitos e qualidade estão ligados diretamente a esses centros. O mago ao iniciar na sua longa e tortuosa evolução espiritual ativa esses chakras. O desafio é ativá-los em equilíbrio.

A Kundalini é uma força ativada que é responsável pela energia da magia sexual. É uma espécie de serpente de fogo que “nasce” do chakra básico (muladhara). Quando ativado prematuramente pode ocasionar desvios marais e éticos no indivíduo, assim como escraviza-los com emoções, sentimentos e pensamentos descontrolados. A kundalini não desperta com o derramamento do sêmen. Isso será retomado mais adiante.

O uso dessa energia do princípio do fogo, elétrico e ativo é usado por magi treinados em Vontade para controlar os pensamentos e emoções durante o procedimento mágico. O uso da magia sexual cria súcubos e larvas provindas dessas emoções e pensamentos e se alojam nos locais onde o ato acontece quando a lei universal não é satisfeita. O que digo é que o sêmen (princípio ativo) deve ser derramado em algo passivo (vagina). São princípios do microcosmo.

Essa energia sem rumo é absorvida por entidades astrais causando transtornos. É fato da energia ativa não ser absorvida que gera pestilências mentais. A vagina é absorvedora, pois é princípio passivo. Para evitar a criação de larvas, sucubus, espíritos artificiais deve-se ser absorvidas, pois o sêmen tem a função de criar (seja lá o que for).

Energia Sexual

No livro Kalma Surta (o Livro das Trasmigrações Shimoniana) adverte que na masturbação não deve chegar ao orgasmo, sendo a energia preservada e armazenada para ser expelida em algo passivo. A energia estimulada pela masturbação é ativa e para completar sua jornada (e êxito) deve encontrar o local passivo para manter o equilíbrio.

O homem é ativo e a mulher é passiva. As simbologias claras sobre a lei citada acima, a lei da polarização, indica a prática e uso do poder divino em magia para se encontrar com as estrelas no cosmo (o êxtase).

O bastão e o cálice. O bastão referente ao elemento fogo (o principio ativo) e o cálice ao elemento água (o elemento passivo) são respectivamente o pênis e a vagina.

Se magia é a arte de causar mudanças de acordo com a Vontade, existe intenções e objetivos em uma mente humana que gostaria que se concretizasse. Para tal, a mente consegue imantar objetos e fluidos com essas ideias e pensamentos. Durante o ato sexual se ele não obtiver controle de seus pensamentos, jamais conseguirá canalizar as energias e movê-las corretamente. O sêmen é imantado (passivamente) e o elemento ativo e elétrico é gerado na ejaculação na vagina.

Kundalini

O fogo ígneo, a serpente de fogo deve chegar ao cérebro, passando por todos os chakras. A abstenção do orgasmo volatiza essa energia e faz subir até o chakra coronário. Vai abrindo os centros chakrais e dando um bem estar ao indivíduo. Os primeiros dias são insuportáveis, mas depois de 3 ou 4 dias a Vontade fortalece e domina o corpo físico.

Kundalini

Esse processo é o fortalecimento da Vontade sobre o animal, o não desperdício da energia vital e o despertar da kundalini. O sexo compulsivo causa desânimo, depressão e sentimentos de tristeza. O prazer é momentâneo, mas com o esvaziamento de energia vital o corpo fica esgotado e as consequências afloram.

Talvez surge questões e dúvidas. O processo é dependente do indivíduo. A kunalini ao chegar na glândula pineal eleva ao êxito cósmico e o praticante tem a supraconsciência (um extremo entendimento do universo e sabedoria). Isso ocorre pela ativação do chakra coronário (sahasrara) que responde a elevação espiritual e contato com a iluminação cósmica.

Prólogo

A energia sexual é a mais poderosa do universo, como se diz. É sobre essa afirmação que finalizo esse artigo.

Se ela é de extremo poder, o que confere à qualquer um se aventurar a despertar essa força? Buscai primeiro, mais informação e prática em outros acervos. Isso para não virar o escravo.

Se a dúvida referente ao poder dessa força, eu vós digo: que força e energia é capaz de gerar uma vida física se não a energia sexual? A criação de uma estrela e universo.

Energia Hermética

Quando se fala em elementos, se fala em princípios. Os princípios ativos e passivos são a dinâmica do Universo. Magia é a arte de manipular esses princípios de acordo com a Vontade. Para entender isso, vamos usar a analogia.

A dinâmica do ativo com o passivo gerando o neutro é a sagrada trindade (o Pai ativo, a mãe passiva e o filho neutro, resultado dessas duas forças). Imagine o mecanismo da evaporação da água sob a luz do sol. O elemento ativo é o calor proveniente da luz solar que é absorvido pela água (agente passivo). Essa absorção de calor gera movimento cinético nas moléculas da água e por questão de pressão se torna volátil ao ponto de ir para a atmosfera e forma de vapor. O vapor é o resultado desse sistema. No Hermetismo se diz que o elemento ar é o resultado dos princípios Fogo e Água. O significado disso é que o Ar  tem propriedades da soma de ambos.

Magia é saber os mecanismo e saber usá-los. Nessa analogia podemos observar nitidamente dois princípios herméticos: da polarização e da causa e efeito. A polarização devido a interação dos polos Ativos e Passivos. Causa e efeito do óbvio resultado de uma ação.

A manipulação Hermética é causada pela mente. É na mente que está a Vontade. Outro tipo de energia que muitas vezes nem nos damos conta é a emoção ou sentimento. Essa energia mexe com a própria pessoa. Essas energias são às vezes perigosas quando não se tem o poder suficiente para tomar o controle. A invocação ou evocação de uma entidade (seja um arquétipo, demônios, etc) influencia o emocional do operador e sem a Vontade necessária para controlar isso, deve-se tomar muito cuidado.

Essas energias trabalham em dois lados: o interno e o externo. Quando manipulado no interno ele resultará no externo e vice e versa. O que quero dizer é que assim como você pode mudar o seu interior para apresentar resultados externos, visíveis à quem te olha, é possível manipular externamente para mudar internamente, seja de você ou de outra pessoa.

Para mais detalhes dessa ciência aconselho você ler os livros de Franz Bardon, Caibalion e outras literaturas herméticas. O caminho está na mente, diversas literaturas que referem-se  a capacidade mental está ligada ao hermetismo de alguma forma.