Magia: qual a utilidade?

Se fala em magia e qualquer já imagina alguém de roupão preto evocando Satanás… Claro que a magia e a bruxaria foram demonizadas ao longo das eras e hoje as coisas estão mudando. Primeiro por que as pessoas três muito mais acesso do que no passado, não muito distante, é possível adentrar em conhecimento e realmente questionar os lados que surgem, quebrando mitos e lendas. Segundo, que por causa dessa grande imersão de conhecimento, facilidade de entrar em contato com culturas adjacentes, a mente das pessoas está cada vez mais aberta.

A magia séria (e as engraçadas também) possuem um objetivo. Ou a pessoa que faz seus objetivos com a magia. A grande questão é: Por que as pessoas se interessam pela magia? Não é uma questão muito simples de responder. Tampouco impossível.

O ser humano tem por natureza a curiosidade e por meio disso que ele busca suas verdades. Conhecer novas alternativas lhe permite uma liberdade, mesmo que ilusória. Sendo um prisioneiro, basta ter uma biblioteca para enganar o cérebro e tornar-se livre em um mundo fantasioso.

Mais do que conhecer outras culturas ou religiões. A magia não deveria ser encarada comocrowl “Religião”, mas sim como filosofia. As pessoas no geral deveriam ter filosofias ao invés de religião, assim seriam menos agressivas com pontos de vistas opostos. Não apenas na religião propriamente dita, mas o fanatismo e a cegueira em torcer por um time de futebol, um partido político, uma banda, etc.. As pessoas perdem a razão e o animal primitivo dentro de si já parte para a agressão.

A magia serve  para um propósito muito mais nobre do que simplesmente obter sexo, grana e poder. Não que isso não seja bom.

A magia tem a finalidade de melhorar a performance do ser humano. AS técnicas usadas em magia são todos para reprogramar o cérebro. O mago muda hábitos, melhora a atenção, se torna consciente, equilibrado e isso tudo espelha em um ser que está no seu máximo.

Encontrar o melhor de si é tão complicado quanto resolver uma integral de cos(x)…

Resultado de imagem para integral de cos (x)

Existem técnicas para encontrar isso, tal como existe para o cálculo! Basta ir no google e “caçar”. Hoje em dia consegue-se tudo em casa, apenas pesquisando. Livre é o Homem que pensa!

Não importa por que o resultado é sen(x)… apenas ´é… e você se quiser busque os por quê, mas não importa, pois assim é.

a

O que eu quero dizer aqui é: magia não é de todo u mal. Desenvolver a Vontade e usar a imaginação são os pilares! E isso é o que as pessoas deveriam fazer. Rituais, meditação, sigilos, talismãs… são apenas técnicas para usar as ferramentas (Vontade + Imaginação) para atingir algum propósito pessoal.

Você será o Louco

 

Eu quero que você entenda uma coisa… Se você quer ser mago, ou aprender a ser um, entenda que você será visto pela sociedade como um louco desvairado.

Quando você começar a usar seus poderes (a sua Vontade), você sairá dos padrões, fará coisas que as demais não julgam  serem normais e você receberá críticas. Portanto saiba aceitá-las.

Resultado de imagem para MagiaSer mago não é sair por ai fazendo as pessoas voarem pelos ares, colocar fogo em lixeiras, apagar lâmpadas com a mente. Ser mago é um viés muito mais além. Executar a Vontade, fazer as coisas acontecerem, não se importar com as opiniões alheias, saber que a realidade se molda com a Vontade que a observa.

Você será “insano” e “louco” para as pessoas por que você não teme o diferente. Claro que você deve distinguir o “louco” do “estúpido”.

Reflita sobre isso.

Qual a  diferença entre louco e estúpido?

Um possui um objetivo em mente, uma meta a se alcançar. O outro possui nada… Portanto é escravo da própria loucura e da mente (não sabe o que faz… uma marionete).

Não esqueça das quatro regras do mago, use-os em seus empreendimentos (seja lá qual  for).

Saber, ousar, querer, calar.

Saiba o que você quer. Traga para o plano das ideias e da mente.

Ouse em querer fazer. Faça.

E por favor, cale-se até que os resultados surjam.

Calar é fundamental por que as pessoas não dão a mínima para seus sonhos e Vontades. Elas possuem as delas. E na maioria das vezes elas te desmotivam e você acaba não fazendo a sua Vontade, mas sim a Vontade das outras pessoas.

Seja o Rei do seu Reinado!

 

PS.: Eu nem citei, mas a figura em destaque deste post é o Louco, arcano de número zero no tarot. Ele simboliza o caminho inicial do mago. Perceba que ele é uma figura livre, cheio de entusiasmo! O Louco (ou o “tolo”) é simbolo de mudanças, início, novos caminhos… E começar um novo empreendimento pode ser uma “loucura” no sentido de suicídio social. Percebam que o louco da figura está na beira de um abismo… Não  teme o perigo e pode causar o seu próprio fim.

Estou escrevendo isso para não assustar você. Todos os arcanos possuem um lado positivo e um lado negativo. O Louco aqui representa justamente o que eu mencionei durante o artigo todo: Você será visto como louco, por causa do espírito de liberdade  que essa figura representa. A  diferença entre  Louco e o Estúpido  é que o Louco tem a liberdade de fazer a Vontade dele. Já o Estúpido nem sabe qual é a Vontade dele. Pense nisso.

High Stakes da Magia

Estamos no  século XXI e muitas pessoas insistem em permanecer na magia do século 14, 15 ou 18 ainda. Não que não seja válido estudar e entender a magia daquela época, mas não adotar aquilo como estilo de vida.

Magia é um estilo de vida!

É sobre como a magia e o modo de viver  causa impacto na vida social e cotidiana que venho tratar aqui neste artigo.

Bora lá!

 

***

A Magia atua na mente. Os princípios Herméticos são puramente mentais (o TODO é mente) e é com ela que visamos causar mudanças de acordo com nossa Vontade. Atente-se nessa palavra (que a  priori é trivial, mas que é a palavra chave na magia): Vontade.

Magia não é profissão, como já dizia Eliphas Levi (grande mago do século 19 e criador da figura famosa de Baphomet). Magia deve ser encarado como estilo de vida e levá-la para sua vida social.

Por que levá-la para a sua vida social?

Simples… Você possui uma vida (ou pelo menos deveria ter) e ela está associada com sua Vontade. Sua Vontade é aquilo que você é e aquilo que te faz ser. Todo mundo tem sonhos, expectativas, se tornar algo, brilhar. Todo Homem e Mulher é uma estrela (Aleister Crowley).

Recentemente eu estava dando uma olhada em um estilo chamada de High Stakes LifeStyle  do Gabriel Goffii, que objetiva viver em alta performance. As técnicas que é utilizada neste estilo são semelhantes ao que se usa em magia… Pelo menos consegui ver semelhanças.

O que quero dizer é que a Magia vem pra potencializar as habilidades do Homem (e das mulheres, quando uso Homem com H maiúsculo me  refiro a espécie humana, ok?).

O ponto central é a mente, trabalhar com ela para usar todo o seu potencial. Seja ela em seus estudos, no seu trabalho, na sua vida como um todo…

A Magia possui técnicas que derivam de diversos sistemas e modelos. Esses sistemas são (e devem) ser estudadas a fundo para compreender como funciona e como pode-se levá-la ao cotidiano.

Resultado de imagem para MagiaQuando trabalha-se com magia, o autoconhecimento, a introspecção e outras ações (a action do Hight Stake LifeStyle) te faz concentrar, ter foco, compreender o mundo e como o cosmo funciona, como o comportamento humano funciona e como isso pode te influenciar. Você cai em um universo de possibilidade e compreensão que jamais sentira.

Essas técnicas (advindas dos sistemas mágicos) atua na sua mente e na sua imaginação, melhorando sua criatividade e sua disciplina com os exercícios para treinar a Vontade. Você se molda para uma vida de alta performance que te dará uma resposta satisfatória.

Tudo isso gira em torno da potencialidade humana e isso traz o bem estar.

O Mago do Século 21 usa e aprendeu as técnicas da magia dos séculos passados, mas cria e adapta ao seu modo de  viver… Cria seu estilo conforme a sua Vontade.

Atualmente a Magia  do Caos está em alta devido ao seu modo de ser. A Magia do Caos te permite moldar a sua própria magia, seu próprio sistema.

A flexibilidade e a adaptação é tudo (se não é tudo, é uma das chaves fundamentais).

As técnicas vão desde a meditação (introspecção e vacuidade mental ajudando a reter o Resultado de imagem para OTOequilíbrio mental diminuindo o stress), rituais (aqui pode ser desde os mais elaborados da corrente Golden Dawns, O.T.O, etc… da Wicca até os seus próprios), entre outros modos que depende de qual sistema você segue.

A questão aqui é que não importa qual  sistema ou modelo de magia você usar, mas sim como ela se torna um estilo de vida. Magia não é para ser feita apenas no quarto a noite escondido dos pais. Claro que ninguém precisa saber de suas escolhas, mas ter foco, criatividade, “presença”, um brilho próprio, compreensão e outras virtudes adquiridas pela magia devem sair do círculo mágico e abranger o universo. Esteja em contato com o universo. Seja o universo! Você é um microcosmo.

Como magia é exercer a sua Vontade, seja a sua Vontade. Seja o melhor de si. Atue nos palcos do Cosmo para conquistar aquilo que você quer.

Não esqueça das quatro regras do mago: Saber, Ousar, Querer, Calar.

A magia pode ser aplicada num empreendimento, no trabalho, no relacionamento (aqui eu não me refiro a amarrações, mas sim na esfera de Mercúrio e Vênus), nas artes, nos estudos, etc…

As pessoas têm que entender que magia é mais do que invocar entidades, ler cartas ou fazer sacrifícios de bebes. Carregar uma gema com energia positiva para poder atrair pessoas legais, ou usar um sigilo para poder ter um alto desempenho nos estudos são apenas alguns exemplos.

Franz Bardon no livro Introdução ao Hermetismo descreve um estilo de vida bem bacana. O mago deve estar preparado para poder hospedar a grande fonte de poder que ele quer despertar, isso inclui tanto o mental como o físico. Ter uma boa alimentação, um corpo saudável e  uma saúde mental equilibrada fazem parte do pacote “Magick Pop Star”.

Prepare-se! Isso não é fácil como parece ser… manter um padrão saudável requer disciplina (confesso que já tive altos e baixos) e é normal cairmos de vez em sempre quando.

O Mago está sempre estudando e aprendendo para tirar o melhor de tudo (alta performance).

O Mago sabe seus limites.

O Mago sabe onde quer chegar (eis outra chave fundamental. Saiba onde se quer chegar)

O sistema Chaos Magick (por vezes “Kaos”) é um sistema que atua com o Caos. Mas Caos não significa bagunça. Levei algum tempo até conciliar o Discordianismo com Magia e consegui distinguir Caos de Bagunça.

A Ordem e a Desordem vem ambos do Caos. Tudo é energia. A Desordem é uma energia amorfa, pronta para ser formada e transformada em algo. A Ordem  é uma parte do Caos que recebeu energia. Ter ordem na vida de um Discordiano não é Heresia. Ou talvez sim. Para mim é necessário para haver o equilíbrio na dualidade Ordem-Desordem.

A Ordem possui um viés positivo e um viés negativo. A desordem também… A Desordem Positiva é a energia pronta para ser moldada de acordo com a Vontade. A Desordem negativa é a bagunça, pronta para te varrer como uma onda desenfreada oriunda de um tsunami.

As pessoas têm medo de tomar as rédias de suas carruagens e justificam suas derrotas com termos metafísicos desentendidas.

Trace objetivos e saiba o que você quer, descubra a sua Vontade. Você pode usar um oráculo para esse exercício.

Use a magia ou sistemas que você aprendeu (ou aprenderá) para alcançar esses objetivos.

Seja o Rei do seu Universo. Todo Homem e toda Mulher é um Universo. A realidade molda-se para cada Universo.

 

Os astros e os metais: simbologia

O Universo é dotado de simbologia, principalmente nossa sociedade. Basta você perceber que as letras que compõe as palavras deste texto são apenas rabiscos que aparentemente possuem significado.

A magia é a arte de simbolizar. Sem a simbologia, talvez a magia não existisse. É sobre a simbologia dos planetas que abordarei neste post.

Em magia, os símbolos servem para designar uma meta. Por exemplo: existe magia relacionado a cura, ao amor, aos conflitos, ao psíquico, etc… Essas “esferas” são as áreas do comportamento humano. No livro Liber Null, Carrol chama de mapas mentais ou psicocosmos que são consultados quando desejamos invocar alguma qualidade específica.

Mapas mentais

Figura 1 – Mapas Mentais – Liber Null

Se colocarmos em um esquema, veremos um padrão bem definido. Isso nos ajuda a realizar o ato de magick. Ao fazer um ritual, sabemos que cor usar, que dia é o mais favorável, a hora, etc… Isso por que são símbolos que auxiliam a nossa mente ficar condicionada.

Você já deve ter percebido que os dias da semana estão associadas por algum astro. No inglês fica mais fácil:

Sunday (domingo)

Monday (Segunda-feira)

Tuesday (Terça-feira)

Wednesday (Quarta-feira)

Thursday (Quinta-feira)

Friday (Sexta-feira)

Saturday (Sábado)

Sunday significa o dia do Sol (Sun=Sol; Day=Dia), Monday é o dia da Lua (Moon=Lua; Day= Dia), etc…

Cada dia da semana foi então associada à um astro. Agora se você notar, os astros são associados em alguma esfera do comportamento humano.

O Sol é associado à riqueza. Por ser amarelo como o ouro, provavelmente.

A Lua é ligada ao psíquico, mente e subconsciente. Sua cor pode ser branco ou prata.

Marte é relacionado às guerras, conflitos, etc. Sua cor é o vermelho.

Mercúrio é o astro do conhecimento. Hermes é o “Deus” desse astro, sendo a sabedoria, conhecimento, o raciocínio científico, etc. Sua cor é laranja.

Júpiter é direcionado à corte, relações, política, colaboração e parcerias. Sua cor é o azu índigo (outras literaturas trazem apenas azul).

Vênus é o astro e deusa do amor. Sua cor é o rosa. Note que é sexta-feira e geralmente as pessoas se encontram neste dia.

Saturno é associado ao fim, término, obscuridade, proteção, reinício… Sua cor é o preto.

Talvez essas associações decorrem de tempos remotos, já que até 1600 se conheciam apenas 8 astros: estes citados acima mais a própria Terra.

Na mitologia Suméria o planeta “Marte” foi local de batalha, podendo ser um princípio da associação com conflito (eu li isso no Livro Perdido de Enki).

Cada planeta está associado à um metal e novamente os metais conhecidos na época era bem escasso quando comparado com os dias atuais.

O Sol era relacionado ao ouro, a lua à prata, Marte ao ferro, mercúrio ao planeta de mesmo nome, Estanho a Júpiter, cobre à Vênus e chumbo à Saturno.

O Ferro quando oxidado tem coloração vermelha (um dos tipo de óxido de ferro, a goetita para ser mais específico). Mas o ferro também era usado em batalhas e nas guerras. Apenas uma coincidência?

A prata se parece com a cor da lua, um branco opaco brilhante. A lua é associado a delírios e a manias, da qual se o prata for ingerido, também causa delírios e confusões mentais.

O cobre é um material maleável e fácil de trabalhar, imitando as relações humanas.

Diante disso tudo, nota-se uma associação simbólica fortíssima. Talvez tenha sido tudo inventada. Os efeitos são apenas mentais. Nem citei as pedras e cristais.

Assim como existe uma relação entre os astros, existe para cores, para linhas, geometrias, elementos, para qualquer coisa. Quanto mais elementos em um ritual, mais forte ele será. Pois cada apetrecho é reconhecido pela mente e identificada o subconsciente.

É possível dar novas atribuições aos existentes e assim ser expandido. Também é possível criar novos símbolos às definições já existentes. Esse é a verdadeira magia!

O Homem como o Centro do Universo

É observável a precipitação nos significados dos conceitos e o uso de certas práticas mágicas. O Homem visto pela a sociedade é apenas uma criatura. Não esqueça que você  é humano e as atribuições que contém uma criatura dessa são complexas.

A mente é a chave para todo e qualquer processo. Não é necessário estudar psicologia, filosofia ou qualquer método científico para compreender o potencial da mente. Claro que estudar um pouco disso e daquilo ajuda, mas não restringe. A meditação lhe fornecerá muitas respostas. O iniciante nas artes ocultas é bombardeado com dúvidas e questões que dificilmente é encontrado em um lindo parágrafo de um lindo texto perfeito. Às vezes a resposta surge do vendedor de sorvete da esquina.

Toda ferramenta que o Homem necessita encontra-se nele mesmo. É o chamado microcosmo por que é um universo. Cada ser humano é o centro de seu universo e a interação com outros universos é conhecer. O construir do saber é um ato de evolução. A mente analítica precisa de dados para tirar conclusões. Além da mente outra ferramenta importante em magia é o verbo.

Existe também no homem uma força análoga à da natureza, e esta

força é a razão ou o verbo do homem. O verbo do homem é a expressão da

sua vontade dirigida pela razão.

Eliphas Levi – Dogma e Ritual de Alta Magia

Diga-se de passagem, que a mulher fala muito (estudos comprovam isso), mas nem por isso faz disso a natureza feminina mais poderosa. Na verdade o homem que fala demais também não significa sinônimo de poder. O que quero dizer é que o verbo sem um destino ou propósito é um desperdício de energia.

Magia é o uso e emprego da Vontade. É necessário colocar em prática a vontade e ai entra o verbo como uma das ações físicas da Vontade. Verbalizar é dar a ordem ao cosmo de sua vontade. O que faz de muitos não conseguir o que almejam é que estes acabam confusos e não sabendo o que realmente querem. Meditar para saber o que realmente se quer e dizer: eu quero tal coisa. De forma simples e objetiva.

A luz incriada, que é o Verbo divino, irradia porque quer ser vista; e

quando diz: “Faça-se a luz!”, ordena aos olhos que se abram; criam

inteligências.”

Eliphas Levi – Dogma e Ritual de Alta Magia

O Homem como centro do seu próprio universo. É isso que é preciso ver e sentir. A escravidão de almas é uma prática muito comum. Principalmente quando se ama. Os amantes esquecem-se de se amar e saem de seu universo deixando-o sem administrador. Impulsos, desejos, dores e sofrimento tomam posse desse universo sem dono.

O corpo humano está submetido, como a terra, a uma dupla lei: atrai e irradia”

Eliphas Levi – Dogma e Ritual de Alta Magia

Toma-se referência os grandes mestres do passado. Dominar a si próprio é um dos primeiros quesitos. Não se pode dominar a natureza externa sem antes dominar a própria. A preguiça, a lerdeza, o desânimo deve-se ser evitado e extinguido, caso contrário jamais será um verdadeiro mago, já dizia Eliphas Levi.

MAGIA DOS CHAKRAS

Chakras em sancristo significa roda. É um vórtice no corpo etérico do Homem. São responsáveis pelo fluxo energético da vitalidade e ondulações de pensamentos e emoções ao corpo. São também centros de força.

Quando desenvolvidos várias habilidades (físicas e psíquicas) são acentuadas. O mago e sua evolução espiritual acabam desenvolvendo esses centros e ai que ele acaba possuindo tais poderes.

Há sete centros de forças (chakra):

Chakra – Sâncristo

  1. Fundamental, básico ou raiz – Muladhara
  2. Esplênico – Swadhisthana
  3. Umbilical – Manipura
  4. Cardíaco – Anahata
  5. Laríngeo – Vishuddha
  6. Frontal – Ajna
  7. Coronário – Sahsrara

O chakra fundamental é  mais inferior (no sentido de localização) situado na base da espinha dorsal absorve energia primária do duplo etérico (akasha) e distribui. Sua cor é o vermelho ou preto. Relacionado ao elemento Terra, é responsável pela saciedade dos desejos e instinto de sobrevivência.

O esplênico especializa, subdivide e difunde a vitalidade vinda do Sol. Situa-se próximo ao órgão genital, acima do osso púbico. Responsável pela criatividade, sexualidade, sensualidade, capacidade de sentir emoções, etc. Sua cor é a laranja e associado ao elemento água.

O chakra Umbilical, localizado no plexo solar, recebe a energia primária e subdivide em dez radiações. Relacionado aos sentimentos e emoções de diversas índoles. A sua cor abrange matizes de vermelho e verde e associado ao amarelo. O fogo é o elemento associado a esse chakra. Quando o mago trabalha na sua personalidade a qualidade de benevolência, compaixão, perdão entre outros, está trabalhando com esse chakra. Afeta a circulação sanguínea e o sistema cardiorrespiratório.

O chakra de número 4 é o cardíaco, cor de ouro e subdivide a energia primária em doze ondulação, localiza-se entre os mamilos. O elemento Ar é atribuído à esse chakra e associado ao amor abnegado pela transcendência do ego e do julgamento. Quem tem esse centro ativado é capaz de amar os outros e a si próprio.

Vishuddha, ou o chakra laríngeo subdivide os raios recebidos em dezesseis. Localizado na garganta possui a cor azul turquesa. A esse chakra, segundo Eduardo Coelho, o elemento Akasha é atribuído. A comunicação é sua natureza.Quando bem desenvolvido pode despertar a habilidade da fala, honestidade, lealdade, sabedoria e o uso correto do conhecimento.

O chakra frontal conhecido como o terceiro olho, localizado enre as sobrancelhas, possui 96 ondulações. O azul índigo é a sua cor e a Luz é o elemento atribuído a esse chakra. Quando bem desenvolvido desperta no indivíduo a telepatia, clarividência, a intuição e o desenvolvimento mental.

O sétimo centro de força, o coronário localizado no topo da cabeça é responsável pelo desenvolvimento espiritual. Geralmente ele é o último que se atualiza. Contém 960 ondulações, demonstrando o quão alto é sua vibração. É o chakra por onde penetra a energia cósmica. Possui atribuição de irrigar energeticamente o cérebro, a projeção da consciência, memória, etc. Permite a unificação do Eu superior com a personalidade humana, união com o infinito, vontade espiritual e inspiração.

Se diz que os chakras são separados em três categorias: inferior, médio e superior, da qual respectivamente associado ao filosófico, pessoas e espiritual.Os chakras 1 e 2 transferem para o corpo o fogo serpentino da terra e a vitalidade do Sol. Os chakras 3, 4 e 5 agem na força que o ego recebe por meio da personalidade. O terceiro e o quarto estariam relacionado ao mundo astral e o quinto ao mental. O sexto e o sétimo, sento totalmente independentes estariam atribuídos a função do corpo pituitário e a glândula pineal (atenção aos Discordianos!!) e grau espiritual.

A energia ou força que no hermetismo é recolhido do akasha é absorvida pelos chakras. O desenvolvimento dos chakras é o que permite o mago conceber poder. Aconselho ao leitor buscar mais informações a respeito dos centros de força e assimilar com outras atribuições e rituais da Golden Dawn, por exemplo.

Imaginação – a arte de criar

Sabe-se que magia é a união de Vontade com Imaginação. Mas o que é Imaginação?

Em um dos textos da coletânea “Pergaminhos Voadores“, temos uma discussão acerca  da imaginação.

O Homem é um animal  que pode agir de forma consciente e racional usando a sua mente analítica.

O objetivo de qualquer criatura  é nada mais e nada menos do que sobreviver. O Homem além de sobreviver deve criar.

Criar é a palavra de ordem do bicho Homem. Essa faculdade é que faz dele diferente dos demais animais. Criar continuadamente é sobreviver.

Ele usa a imaginação como ferramenta de criação. Imaginar é gerar uma imagem mental. Quando é adicionado um elemento de Vontade, se faz o ímpeto da criação.

No Hermetismo essa habilidade de criar é o que faz dos Humanos semelhantes a Deus, que no sistema hermético é chamado de TODO. O TODO é mente… Cria, destrói, transforma de maneira mental. Adeptos de magick cria, destrói e transforma de forma mental.

Quando se imagina, causa-se uma impressão no astral e toca o tecido do Akasha.

Um pensamento ou uma imagem constante e prolongada pode vitalizar uma ideia e ela por vezes toma proporções independentes  do criador. Existem técnicas para isso (que talvez no futuro eu os comente aqui).

Uma pessoa criativa possui uma imaginação saudável.

Com uma imaginação bem treinada pode-se resolver um problema com mais rapidez e eficácia, pois a mente gera três ou quatro formas de como solucionar tal problema.

Em magia é de crucial  importância ter uma imaginação fértil, pois muitos textos, poemas ou proza estão cheios de  símbolos que possuem significados ocultos. É através da imaginação que as orações, rituais, sigilos, etc… atuam. Um ato de magick quanto mais impressionante (no tocar da imaginação), fascinante e incrível, mais forte é.

Esse também pode ser o elo fraco do mago, pois com uma imaginação descontrolada, muitas coisas anormais pode ocorrer e assim servir de fresta para que o adepto sofra ataques. Uma pessoa com uma imaginação desequilibrada pode ter pensamentos alucinantes e chegar a uma paranoia. Por isso que um dos primeiro exercício de magick é controlar sua própria mente, para impedir que pensamentos ou ideias (na maioria das vezes advindas de sugestões) permaneça na mente.

Tem de haver equilíbrio em tudo. Tudo possui dois lados, um lado positivo, ativo, criativo e outro um lado  negativo, passivo, destrutivo. Você tem de estar no meio…

COMO FORTALECER A IMAGINAÇÃO?

Aqui vai algumas sugestões para que você possa exercitar sua imaginação.

1 -Desenhe.

Desenhe qualquer coisa. Faça rabiscos, faça imagens aleatórias, círculos com padrões… Não importa. Deixe a imaginação fluir. As pessoas tendem a bloquear a imaginação e isso é uma dos obstáculos no caminho da magia. Pois magia é simbolizar e símbolo é imagem!

2 – Escreva

Outro exercício que você pode fazer, é escrever. Inventar qualquer história, poema, trecho de texto, música… Apenas escreva. Eu gosto de escrever coisas bem Nonsense (da qual pode verificar aqui neste Blog), pois o Nonsense acorda as células o cérebro! Ninguém precisa ler o que você escreve… Apenas escreva, crie rimas e pode queimar se quiser. Em algum momento você terá que fazer isso em algum feitiço…

3 – Ouça música

Ouvir música além de relaxante, também ajuda a imaginação  fluir… Perceber riitmos e acompanhar as mudanças dos passos e dos acordes, deixará  sua mente mais afiada. Pelo menos te relaxará…

4 – Leia

Ler também ajuda no processo criativo… Ler te inspira. Inspiração é o fruto da imaginação. Ou a imaginação  é o fruto da inspiração, sei lá.

Ler ficção, histórias nonsenses (no meu blog  se quiser xD).

Aprender sobre mitologia é bem legal e útil para compreender muitos dos rituais e feitiços.

5 -Viaje na internet

Ficar viajando na internet sem buscar algo específico te levará em lugares que você nunca imaginou… Basta começando abrindo o google e digitar uma palavra inicial …  Pode ser qualquer coisa. Digite “Fnord” e vá em imagens. De uma olhada nas imagens e clique em alguma delas. A que mais lhe chamou a atenção. Dê uma olhada no site, busque palavras que você não conheça e siga o caminho…

 

A imaginação é um papel fundamental na magia por que é por ela que você desenvolverá a magia, propriamente dita.

Em algum momento você terá que recitar uma rima, criar seus próprios feitiços, sentir os “personagens” como se fosse reais, criar os seus próprios entre outras funções. Você perceberá que criar lhe dará uma satisfação enorme! Isso é divino!

Esse foi apenas uma das face da magia, a outra face é a Vontade, que ficará para um outro momento.

 

Magia, quando devo usá-la?

Talvez uma das perguntas mais óbvias, porém a resposta não tão simples. Alguns se enredam na magia buscando prosperidade e riqueza fácil, outros para conseguir amarrar o amor de forma forçada. Deveria ter uma ética na magia. Isso se dá pelo fato da magia ainda não ser institucionalizada. Esse é o seu lado bom e ruim. Por não ser institucional, ela é livre. Na Romênia o Governo está cobrando imposto dos praticantes de bruxaria considerando uma profissão legal. Algumas gostaram, outras nem tanto.

As pessoas gostam de obter as coisas de forma mais fácil possível. Eu diria que é uma condição do próprio Universo, tudo tende ao menor estado de energia, termodinamicamente falando, claro!

Ai que está o principal erro. Pois as mesmas pessoas esperam, criam expectativas em demasia e no fim acaba não conseguindo e afirmando que magia não funciona. Mas justamente por desconhecer os princípios acabam errando e  persistindo no erro.

A magia deveria ser usada para aumentar o potencial do seu próprio ser. Na verdade ela só funciona com a exaltação de estados mentais e de habilidades que estão acima do normal. Cabe aqui o questionamento:

1- Magia funciona pela exaltação, ou

2- as habilidades humanas é potencializadas por causa da prática de magia?

Isso é uma boa meditação a se fazer. Uma meditação para a semana inteira, e não para 1 ou 2 horas.

Cada um usa ela como bem entende. Alguns acabam se queimando, como eu mesmo já me queimei algumas vezes. A gente vai aprendendo com o tempo.

A questão da ética é bem enfatizada em algumas ordens e escolas iniciáticas. Alguns não gostam. Eu acho necessário. Necessário para não  formar uma egrégora egoísta e mesquinha levando a intolerância. Diria que as correntes ditas “negras” (mão esquerda) possuem esse carácter.

Quais habilidades posso potencializar com magia?

Um dos quesitos que é deixado de lado na magia é a sua objetividade. Tal como na ciência, ela precisa ter  objetivo. Nenhum iniciado sai por ai realizando feitiços só por fazer. Aliás… por vezes o objetivo é isso mesmo, apenas praticar. Mas entenda que há um objetivo.

Quando traçamos objetivos, sabemos onde chegar e quando chegar. Nos localizamos e sabemos se chegamos ou não. Magia antes de ser praticada deveria ter objetivos bem discernidos pelo adepto.

As habilidades que  podem ser potencializadas depende de você. Se você quer ler mais rápido, ser mais calmo, mais atencioso, ter mais foco, ter uma memória melhor, ter super inteligência, ter mais amigos, ser persuasivo, etc… As possibilidades são quase infinitas. O que te limita é a sua imaginação.

Magia é um catalisador. Ela te possibilita uma situação, as ações e escolhas devem ser feitas por você. Por vezes (se não todas) a magia atua no inconsciente te levando a escolher inconscientemente.

Saiba que quando você interfere na Vontade de outrem, você acaba assumindo uma responsabilidade. Essa responsabilidade será cobrada mais cedo ou mais tarde.

Existe uma troca de energia constante (emocional na maioria das vezes). Manipular Vontades alheias pode sobrecarregar o seu emocional fazendo você ter colapsos nervosos. É uma possibilidade.

Existe muitas formas de praticar magia. Existem “n” sistemas e você pode escolher a que melhor se enquadra com seu perfil.

Para essas potencialidades humanas, você pode usar a magia do caos ou simplesmente um feitiço wicca,  patuás, etc…

Agir com ética é muito difícil quando  confrontamos com desejos. Não confunda desejo com Vontade. Desejo é uma energia primitiva, impulsiva sem razão. Vontade é uma energia consciente, controlada e racional.

Outra aplicação interessante da magia é uso dela para se proteger. Proteger a si e/ou um ambiente. Parece abstrato e é… Agimos muitas vezes de forma inconsciente, como quando vamos à uma loja e a  porta está fechada com uma placa escrito “fechado”. Normalmente as pessoas vão embora. Isso por que tudo é símbolo, a porta fechada e a placa simboliza que ninguém ali está para atender o cliente. O medo é irracional. Há outras situações que se for observadas de perto, notamos um código simbólico na sociedade que interpretamos prontamente.

A magia atua de forma intuitiva. Por vezes você se sente bem perto de determinadas pessoas, e as vezes se sente mal perto de outras sem conhecê-las. A nossa comunicação se passa mais corporal do que verbalmente. Se você fizer uma ação de magick para proteger-se, talvez você assumirá uma cara mais fechada e as pessoas não te perturbará (haha). É um exemplo do mecanismo de funcionamento.

Poderia ficar aqui dando mais exemplos de uso, mas não quero deixar este artigo demasiado longo. Deixo então  para você meditar, refletir e pensar mais sobre seus objetivos com a magia.

***

Siga o autor no twitter:@Dark_on_Night
Ou apenas o ignore

-><-

Energia Sexual

O Homem do ponto de vista hermético possui atribuições equiparadas ao cosmo. Ele usa as forças e energias para prover sua vontade. Possui forças ativas e passivas, qualidades elementais e gêneros (feminino e masculino). Controlar essas energias de acordo com sua vontade é a grande obra. Segundo Samael Aun Weor em El Magnus Opus, a grande obra é a transmutação da Lua em Sol.

O mago usa diversas fontes de energias para direcionar ao seu intento. Uma delas é a energia sexual, ou a Kundalini.

O que vou propor aqui é uma correspondência entre magia sexual, chakras e Hermetismo.

Sobre o Homem e os Elementos

No Homem (espécie) há atrelado a ele os cinco princípios elementares. Sim! Cinco. Os quatro são os conhecidos: fogo, ar, água e terra. O quinto é o Akasha, o elemento primário da qual originou os demais. Akasha também é chamado de Deus. É uma energia infinita, onipresente, sem forma que pode ser moldada mediante a Vontade.

O quinto elemento, Akasha, representado por um ovo negro.

Algumas atribuições elementais são visíveis, como o frio e o calor que sentimos no corpo. A água é o princípio magnético, passivo no microcosmo. O fogo o elemento ativo, elétrico expansivo. Ar é uma mistura dos dois tendo o arquétipo de volatização (pensamentos, ideias, etc). A terra seria o corpo, unificando todos os elementos.

Encontramos na água os líquidos do corpo e a parte do sistema de excreção. Ao fogo a cabeça, a parte ativa onde localiza o cérebro. O ar o sistema respiratório. A terra os ossos.

Akasha está no sangue e no sêmen. Por esse motivo que o sangue seria usado em rituais e em magia, pois é um fluído eletromagnético (Od) altamente carregável com ideias e emoções podendo potencializar o efeito mágico.

Chakras, Kundalini e Magia Sexual

Os chakras são centros de forças que canalizamos e mantemos nosso corpo etérico (espiritual) vivo. Defeitos e qualidade estão ligados diretamente a esses centros. O mago ao iniciar na sua longa e tortuosa evolução espiritual ativa esses chakras. O desafio é ativá-los em equilíbrio.

A Kundalini é uma força ativada que é responsável pela energia da magia sexual. É uma espécie de serpente de fogo que “nasce” do chakra básico (muladhara). Quando ativado prematuramente pode ocasionar desvios marais e éticos no indivíduo, assim como escraviza-los com emoções, sentimentos e pensamentos descontrolados. A kundalini não desperta com o derramamento do sêmen. Isso será retomado mais adiante.

O uso dessa energia do princípio do fogo, elétrico e ativo é usado por magi treinados em Vontade para controlar os pensamentos e emoções durante o procedimento mágico. O uso da magia sexual cria súcubos e larvas provindas dessas emoções e pensamentos e se alojam nos locais onde o ato acontece quando a lei universal não é satisfeita. O que digo é que o sêmen (princípio ativo) deve ser derramado em algo passivo (vagina). São princípios do microcosmo.

Essa energia sem rumo é absorvida por entidades astrais causando transtornos. É fato da energia ativa não ser absorvida que gera pestilências mentais. A vagina é absorvedora, pois é princípio passivo. Para evitar a criação de larvas, sucubus, espíritos artificiais deve-se ser absorvidas, pois o sêmen tem a função de criar (seja lá o que for).

Energia Sexual

No livro Kalma Surta (o Livro das Trasmigrações Shimoniana) adverte que na masturbação não deve chegar ao orgasmo, sendo a energia preservada e armazenada para ser expelida em algo passivo. A energia estimulada pela masturbação é ativa e para completar sua jornada (e êxito) deve encontrar o local passivo para manter o equilíbrio.

O homem é ativo e a mulher é passiva. As simbologias claras sobre a lei citada acima, a lei da polarização, indica a prática e uso do poder divino em magia para se encontrar com as estrelas no cosmo (o êxtase).

O bastão e o cálice. O bastão referente ao elemento fogo (o principio ativo) e o cálice ao elemento água (o elemento passivo) são respectivamente o pênis e a vagina.

Se magia é a arte de causar mudanças de acordo com a Vontade, existe intenções e objetivos em uma mente humana que gostaria que se concretizasse. Para tal, a mente consegue imantar objetos e fluidos com essas ideias e pensamentos. Durante o ato sexual se ele não obtiver controle de seus pensamentos, jamais conseguirá canalizar as energias e movê-las corretamente. O sêmen é imantado (passivamente) e o elemento ativo e elétrico é gerado na ejaculação na vagina.

Kundalini

O fogo ígneo, a serpente de fogo deve chegar ao cérebro, passando por todos os chakras. A abstenção do orgasmo volatiza essa energia e faz subir até o chakra coronário. Vai abrindo os centros chakrais e dando um bem estar ao indivíduo. Os primeiros dias são insuportáveis, mas depois de 3 ou 4 dias a Vontade fortalece e domina o corpo físico.

Kundalini

Esse processo é o fortalecimento da Vontade sobre o animal, o não desperdício da energia vital e o despertar da kundalini. O sexo compulsivo causa desânimo, depressão e sentimentos de tristeza. O prazer é momentâneo, mas com o esvaziamento de energia vital o corpo fica esgotado e as consequências afloram.

Talvez surge questões e dúvidas. O processo é dependente do indivíduo. A kunalini ao chegar na glândula pineal eleva ao êxito cósmico e o praticante tem a supraconsciência (um extremo entendimento do universo e sabedoria). Isso ocorre pela ativação do chakra coronário (sahasrara) que responde a elevação espiritual e contato com a iluminação cósmica.

Prólogo

A energia sexual é a mais poderosa do universo, como se diz. É sobre essa afirmação que finalizo esse artigo.

Se ela é de extremo poder, o que confere à qualquer um se aventurar a despertar essa força? Buscai primeiro, mais informação e prática em outros acervos. Isso para não virar o escravo.

Se a dúvida referente ao poder dessa força, eu vós digo: que força e energia é capaz de gerar uma vida física se não a energia sexual? A criação de uma estrela e universo.