Acompanhe seu progresso mágicko com esta ferramenta

Os primeiros passos na magia prática é quase sempre desestimulador por que defrontamos com decepções, afinal de contas fomos iludidos acerca do que é magia. Ninguém vai sair voando, soltar kame-ha-me-há nas pessoas ou ainda sair vendo os espíritos da noite pro dia. Imagina de tudo isso ter que ficar sentado por meia hora pensando em nada, lutando contra o tédio, visualizar uma coisa que nem existe e ficar simulando sons, cheiros e sabores de forma voluntária. É um trabalho árduo, porém necessário.

Pode ser que esse não tenha sido o seu caminho, mas imagino que em algum momento você deve ter se deparado com isso  ou algo semelhante.

Neste post eu vim trazer uma ferramenta que pode auxiliar os aprendizes de feiticeiro e também os mais adiantados que curtem RPG. Essa ferramenta é um app que simula suas atividades como um jogo de RPG, aumentando as habilidades conforme vai treinando.

Há algum tempo venho buscando e testando diversos aplicativos do gênero que pudesse me satisfazer e complementar o diário mágicko. Em suma eu procurava um app da qual eu pudesse avaliar e acompanhar minha evolução nas práticas mágickas. Depois do LifeRPG, Habitica, Mastery, entre outros, cheguei num que se aproxima mais do que eu buscava. Esse app é o Do It Now – RPG to do list.

Nesse aplicativo você coloca suas características e suas habilidades linkando uma nas outras da qual aumentam com as tarefas. Essas tarefas são suas práticas. Para mostrar um exemplo eu usei como referência os graus I e II do livro do Franz Bardon (Magia Prática: O caminho do adepto).

ADQUIRINDO O APLICATIVO

Vá na playstore e faça o download do aplicativo clicando aqui ou aqui. Ou aqui.

AAAAAAAAAAAAAAAAAa

Figura 1. Aplicativo Do It Now na playstore

USANDO O APLICATIVO

Vale ressaltar que essa ferramenta está sendo uma adaptação para acompanhar e avaliar as práticas de magia. Portanto podem ser adaptadas para a necessidade individual. Aqui darei sugestões.

O primeiro embate no uso do aplicativo foi saber quais características e habilidades de um mago. Ou quais as mais importantes e como elas se relacionam.

Para isso fiz um mapa mental relacionando-os em uma árvore de atributos disposta na Figura 2. Na esquerda têm-se os atributos básicos e inicias e na direita há adição de mais habilidades e características (é a que eu uso atualmente). Para o exemplo dos graus I e II do sistema bardoniano, nos focaremos à árvore da esquerda.

ATRIBUTOS

Figura 2. Árvore de atributos

As Habilidades então foram dispostas como:

Visualização: Capacidade de usar a imaginação para ver ou criar imagens mentalmente.

Asana: habilidade de dominar o corpo.

Pranayama: habilidade de dominar a respiração.

Dhyana: capacidade de se concentrar em uma única ideia ou objeto.

Manipulação de energia: habilidade de manipular quaisquer energia por esforço da Vontade e imaginação.

Leitura: Habilidade de ler e interpretar texto de teor teórico.

As Características do mago pra esse sistema seriam:

Concentração
Sabedoria
Disciplina
Vontade
Inteligência
Imaginação

Sabendo as habilidades e a características relacionadas entre si, basta agora adicioná-los no aplicativo e criar os exercícios e atividades.

Os exercícios dos graus I e II são basicamente domínio da mente e do corpo, impondo disciplina e fortalecendo a Vontade, além do fortalecimento da imaginação por meio de visualizações criativas.

Portanto você pode gerar uma programação de práticas diárias que lhe darão XP para as skill que você adicionar e quer possuir.

É possível criar grupos de práticas o que as tornam mais organizadas. Por exemplo, eu criei um grupo de práticas chamada “Manutenção” que são aqueles exercícios diários ou mais frequentes. Atualmente são dois exercícios básicos: Japa e Pranayama.

Para o Japa eu configurei da seguinte forma:

Descrição: 108 malas do mantra “coloque seu mantra aqui” (Pra esse aqui eu uso um aplicativo que conta os malas: Rudraksh Mala Lite)

Recompensa: 5 golds

Repete: Todos os dias

Autofalha: Depois de 1 dia

Geração de hábitos: 7 dias

dificuldade: 25%

Importância: 25%

Medo: 0%

Habilidades relacionadas: Adoração/Culto (Imaginação 71%; Energia 42%; Vitalidade 70%; Devoção 100%).

Na figura abaixo tem o exemplo de como seria as tarefas ou missões para o mago cumprir nos estágios inicias. Conforme vai sendo executada, ganha-se XP e consequentemente o nível vai aumentando.

Screenshot_2017-10-05-23-31-45

Figura 6. Exemplo de missões para cumprir

 

Espero que essa ferramenta estimule-o e deixe suas práticas mais legais e aproveitosas.

>.:23:.<

W

Anúncios

Ritual do Chá

Ritual do chá é um característico hábito Zen em que os monges usam para contemplar o vazio.  O chá era apenas uma bebida que servia para deixar os monges despertos após longos períodos de meditação. Após uma dura luta contra um koan desgracera eles também iam relaxar bebendo chá .

O mestre Zen disse: “Preste atenção, pois o gosto do chá (Cha)e o gosto do Zen (Ch’an) são iguais“. Tanto foi que começaram a fazer casinhas para beber chá e chamaram de “A casa do Vazio”.

Depois dessa filosofia toda vamos ao que interessa. Como usar um Ritual do Chá para um fim mágicko? Isso é bem simples. Tão simples que pode ser feito por qualquer um, principalmente se você não consegue nem acender um incenso sem chamar a atenção em casa.

Franz Bardon chamaria isso de Magia da Água, o que poderia ser feito simplesmente com um copo de água também. Porém vamos aproveitar toda a ritualística na preparação do chá.

Pense num intento que você deseja. Compre um chá de seu gosto e consagre-o para esse fim. Você pode ainda fazer um sigilo e ligar à caixa do chá.

Você pode optar por usar um recipiente (uma xícara ou uma caneca dedicada para isso). Pegue-o, encha de água e leve ao microondas como você normalmente faria. Pode fazer pelo método tradicional aquecendo a água no fogão, isso é opcional.

Agora mergulhe um sache na água e impregne a água com o intento, imaginando que a cor da água muda porque está sendo preenchido pelo intento. Após impregnar, beba. Mas beba como se  a cada gole fosse beber o próprio intento, fundindo-se com ele. Se for intento de prosperidade financeira, mentalize que a cada gole você atrai prosperidade, pois está bebendo um copo de prosperidade, pois este chá é uma poção mágicka poderosa.

Esse chá você vai beber com certa regularidade e sempre mantendo em mente o intento durante a preparação e ao beber. Com um certo período de tempo você notará mudanças. Você pode dar propriedades aos chás como você quiser, escolher o chá preto para intento X, chá de ervas doce para intento Y, etc. A magia aqui é a impregnação do intento no líquido pelo esforço da Vontade com auxílio dessa ritualística milenar.

.:23:.

W

 

 

Liber OHT*

Capa
A magia do caos é sem dúvida cheia de incógnitas mal resolvidas por parte daqueles que não sabem o que Magia do Caos realmente é.
Uns podem achar as práticas caoistas absurdas, sem sentido e totalmente fora do escopo mágicko. É pela ignorância dos que não sabem o que Magia do Caos é, que se tem um pré-conceito equivocado com esse meta sistema.
Magia do Caos é a linguagem básica da formação de sistemas mágickos. Assim como um sistema computacional usa uma linguagem de programação para construir os blocos que constituirá o sistema final, os sistemas mágickos também as possuem. Magia do Caos descriptografou e fez da magia um sistema Open Source, da qual o praticante conhecedor da linguagem programática constrói seu próprio sistema.
Estou realizando uma pesquisa minuciosa do sistema Elder Scroll e certamente não fui e nem sou o único que já pensou/usou os Aedra ou/e Daedra para seus fins mágickos. Porem não se tem um tratado completo sobre o tema e decidi tomar as dores. Essas entidades representam arquétipos e alegorias que começaram a ter “vida” em alguma dimensão. Acessar essa dimensão e quais os riscos que envolvem essa empreitada é  que consiste o trabalho.
Tenho uma intuição de que é possível usar aedra e daedra sem a necessidade de evocá-los, apenas atraindo a energia forma-pensamento deles para perto do praticante, ou simplesmente com um ritual pessoal de invocação.
Portanto após de ler muitas lores, livros, blogs (e jogar haha) buscando informações a respeito das características das entidades de Oblivion e de Aetherius. Embora algumas tentativas de convidar outros “magos pesquisadores” para fazer esse estudo e documentar resultou em alertas evasivas e sem conhecimento adequado da  proposta e também pelo sangramento estranho no nariz quando estava fazendo a capa do Liber, continuei na busca de informações para saber quais os riscos de usar essa egrégora.
Estou disponibilizando duas partes da pesquisa onde introduz à este Universo. A primeira parte revela a origem do Universo e os planos onde residem os Aedra e os Daedra. Na parte dois  se restringe á origem dos Aedra, Daedra e de Mundus, assim como também as principais características das entidades.

Parte I – Gênese e cosmologia

Parte II – Aedra e Daedra


*Oht é um caractere do alfabeto daédrico que possui uma forte relação ao plano de Oblivion. Mais adiante postarei a respeito do uso dessa letra como chave de acesso ao plano. Oht é equivalente à letra O (O de Oblivion).

Servo Obturaculum

ficha

Uma das principais práticas na chaos magick é a criação e trabalho com servidores. Este post não se destina a tratar sobre essa prática, mas fornecer uma ficha de criação inspirada em RPG. Isso pode deixar as coisas mais interessantes e organizáveis.

A ficha de criação está disponível para download e pode ser melhorada com o tempo.

A ficha foi adaptada da sugestão encontrada no livro do Cunningham.

Servo Obturaculum foi uma tentativa torpe de escrever Ficha de Servidores em latim (eu só joguei no google tradutor mesmo).

Basicamente você tem os espaços pré-determinados pra colocar o nome do Servidor no canto esquerdo superior, juntamente com a frase objetivo que você usará para formar a palavra de poder (igual no processo de sigilo).

No centro da ficha você tem o coração do servidor: a aparência e o sigilo.

Do lado esquerdo você põe as habilidades mágickas do servidor de acordo com a esfera de atuação dele e do lado direito as funções que ele deve exercer.

No canto inferior à esquerda é onde você faz os atributos associados ao arquétipo do seu servidor, como cor, planeta, elemento, fragrâncias entre outros atributos ritualísticos. Tem uma árvore da vida para caso precise usar de  cola.

Na direita desse  quadro você escreve a forma ritualística para evocar o servidor. Logo abaixo desse quadro tem as fases lunares para indicar quando ele foi criado.

No canto superior à direita você determina como vai alimentar o servidor, entre outros detalhes como a duração dele, por exemplo.

Abaixo do bloco de anotações têm 3 opções de marcação. Elas referem ao tipo do servidor, se ele é de proteção, ataque ou uso avulso.

Do lado do sigilo existem alguns marcadores. Isso é um teste e serve para avaliar a evolução do servidor. Você determina o que você quiser avaliar. A intenção original é marcar as vezes que ele foi usado ou evocado, e cada vez que isso ocorrer você preenche um marcador, Os demais marcadores são para falhas, etc. Sendo assim fica visualmente mais fácil de ver seu servidor  se fortalecendo com o tempo e uso,

servo obturaculum

Chamada Winterhold

A magia do caos é sem dúvida cheia de incógnitas mal resolvidas por parte daqueles que não sabem o que Magia do Caos realmente é.
Uns podem achar as práticas caoistas absurdas, sem sentido e totalmente fora do escopo mágicko. É pela ignorância dos que não sabem o que Magia do Caos é, que se tem um pré-conceito equivocado com esse meta sistema.
Magia do Caos é a linguagem básica da formação de sistemas mágickos. Assim como um sistema computacional usa uma linguagem de programação para construir os blocos que constituirá o sistema final, os sistemas mágickos também as possuem. Magia do Caos descriptografou e fez da magia um sistema Open Source, da qual o praticante conhecedor da linguagem programática constrói seu próprio sistema.
Este post é uma chamada pra um empreendimento ou entusiastas de The Elder Scroll (TES). É possível que você já tenha usado as entidades de TES (Daedras ou Aedras) em alguma prática mágicka.
COLÉGIO DE HIBERNÁLIA* CONVOCA TODOS OS ARCHMAGOS DE TAMRIEL
A ideia aqui consiste em fazer um estudo e levantar usos e praticabilidade dessas entidades na magia ou uma espécie de “Culto” aos et’Eda com a mitologia de Oblivion aplicada para magia, com rituais, tabelas, associação com demais sistemas, imagens,  cartas de evocação, etc…
Estou organizando o Grimoire, que terá como conteúdo a história, a cosmologia e os usos Imagem relacionadamágickos das entidades de Oblivion.
A pesquisa ainda está sendo realizada, tendo encontrado alguns “conjuradores” de Daedras por ai que já fizeram sigilos de evocação.
Se você tem interesse em fazer parte dessa pesquisa, contate-me ou pelo facebook ou pelo e-mail (bem emo adolescente) darknightbeast666@gmail.com.
Dependendo do número de pessoas  que se interessarem, faremos um grupo de whatsapp pra trocar material e ideia de conteúdo. Ai você terá a oportunidade saber quem é Dark Night…  Ou não.
* Hibernália por que meu jogo está em espanhol.

Mantenha-se limpo!

Resultado de imagem para limpeza astral skyrim

É comum negligenciar algumas poucas e triviais condições quando se começa a praticar magia. Além daqueles exercícios básicos de concentração e meditação, tem um aspecto pouco levado em conta, mas que possui papel importante no bem estar do praticante.

É fundamental manter o seu corpo físico bem  limpo e integro, não é? Mas e  o corpo astral? Não é por que não enxergamos ela que deve-se negligenciar.  Geralmente “vemos” os efeitos de um corpo astral sujo, fétido e podrido com muita incomodação, mal estar, irritação, azar constante, problemas, etc… Alguns já adotaram larvas, cascões e obsessores como pet. Essas coisas sujas que dominam a pessoa é causa de boa parte das merdas acontecem com ela, ai ela decide iniciar já praticando goétia porque ela acha que magia é apenas entretenimento e acaba atraindo mais uns 10 ou 15 cascões pra vampirizar.

Uma boa limpeza e criar um bom sistema de proteção deveriam ser as primeiras coisas para o iniciante fazer. Os rituais de banimento ajuda, mas não dura pra sempre e na maioria das vezes ou é executada de forma ineficiente ou por preguiça faz o banimento uma vez a cada dois meses. Nos estágios inicias (principalmente quando está aprendendo a fazer o ritual) deveria ser executado todos os dias até que ele tenha poder suficiente pra banir alguma coisa.

Se você dorme mal, sente dores, está sempre cansado, se sente aflito com muita frequência, fica irritado constantemente, etc… deveria repensar a ideia de praticar magia antes de se limpar.

Um ataque mágicko se caracteriza em algumas vezes por enviar entidades que farão esse mesmo papel. Essas entidades sugam a energia vital, causam infortúnios, faz tudo dar errado e se alimentam de frustrações. Podem causar obsessões infundadas ou mais sérias, como vícios que leva o alvo em detrimento. Por eles se alimentarem disso, fará você sentir um desejo incontrolável de fazer certas coisas para eles se alimentarem de você. No fim das contas você se torna o escravo.

Começando a se limpar

Já que você quer ser mago, use as suas habilidades mágickas para te deixar limpo e protegido. Existem alguns métodos e formas de se fazer. Aqui darei algumas dicas e práticas que podem ser usadas. Você pode e deve complementar e aprimorar para os seus devidos fins.

De começo pode ser feito o Ritual Menor do Pentagrama pra se limpar. Você executa ele pelo menos umas três vezes por semana no primeiro mês pra treinar bem. Quanto mais prática, mais eficaz ele será.

Mas eu não consigo visualizar os pentagramas e os arcanjos…

Treine visualização.

Uma coisa que eu faço para limpar o ambiente é usar cristais. Uso a ônix para sugar as energias desequilibradas e uma ametista para transmutá-las. Os cristais devem ser purificadas e energizadas antes de usá-las. Coloco num canto do quarto perto do incensário. Isso limpa o ambiente, mas se você estiver sujo, você acaba sujando o ambiente e não consegue tirar de si toda a meleca que carrega. É como colocar um porco todo sujo para dentro da sua casa.

Tem um exercício muito bom para se limpar. Você fica de pé, visualize o ambiente ao seu redor cheio de luz pura e purificada. É uma luz branca com muito poder. Ao inspirar você suga parte dessa energia para dentro de si. Vai sugando até se encher de luz. Faça umas 10 respirações e concentre toda a luz dentro de ti no chakra do plexo solar. Concentre toda a luz neste ponto e então expanda essa esfera englobando todo o seu corpo e aumentando para além do ambiente até o infinito (ou o máximo que você conseguir).  Se for a primeira vez, faça uma expansão vagarosa. Depois de algumas práticas podes fazer uma expansão explosiva. Essa energia explosiva retirará toda meleca de você e ainda varrerá do ambiente próximo toda energia ruins.

Com a prática desse exercício você começará a sentir os efeitos. Sentirá com mais disposição. Como você estava sendo vampirizada, a energia vital voltará ao seu fluxo normal.

Como toda limpeza, deve-se fazer manutenção. Uma forma de manutenção é renovar as energias. Em meditação, expire a energia que está em você e sugue a energia astral repondo na inspiração. Esvazie o seu corpo e preencha-o na inspiração. Faça isso por umas dez vezes.

Eu mantenho uma hematita que uso sempre nos banimentos. Esse cristal eu uso sempre que executo o RmP, associando a energia de banimento ao cristal. Quando quero fazer uma proteção rápida antes de dormir, seguro ele a mão ativa (a que usa-se pra escrever) e entoo um mantra criado para projetar um circulo de proteção.

Você pode encantar um objeto para executar uma limpeza constante. Crie um sigilo mântrico e energize no objeto. Ele irradiará o intento.

Uma outra coisa… Estar sóbrio em boa parte do tempo é importante. Não está proibido de se embriagar. Mas estar sempre bêbado facilita com que entidades larvais se aproxime e fique colada em você. Toda vez que exagerar na bebida ou com outros entorpecentes, seria de extremo bom gosto fazer uma limpeza.

Nem sempre a poeira vem da rua… Sua mente gera formas pensamentos e eles grudam em você. Limpe o lugar onde você dorme. Estes lugares são bons acumuladores de formas-pensamentos. E se você tem pensamentos ruins, eles irão refletir com seus efeitos nefastos. Evacuem todos eles. Identifique-os e os bane.

Para os caoistas, vocês podem criar servidores guardiões que selam o ambiente de dormir. Coloque o objeto físico vinculado à eles debaixo do travesseiro ou perto de onde você dorme.

Espero que isso seja útil e que vocês percebam a importância disso para o bem estar do mago. Ninguém precisa ser um santo e nem perfeito, mas para ser o Rei/Rainha do próprio reinado, é preciso impor a Vontade em ação começando por expulsar os embustes.

Trabalhando com Cristais

Resultado de imagem para cristais

Segue um pequeno tutorial de como trabalhar com cristais. Métodos de purificação, energização e programação de cristais. Decidi compilar algumas informações de uso prático no meu Evernote para consultas ocasionais e então resolvi disponibilizar aqui.


LIMPEZA DE CRISTAIS

É importante retirar o registro energético e impressões psíquicas dos cristais para que ele não influencie de forma negativa ou fora das suas intenções e também para poder ser receptivo às suas impressões.
Para limpar existem diversos métodos, das quais alguns estão listados logo a seguir:
Limpeza com água
 
A água absorve energia, como ensinado por Franz Bardon em seu livro O Caminho do Adepto. Essa propriedade mágicka é tão antiga quanto a história dela. O que quero dizer é que a prática ensinada por Bardon é a mesma usada aqui no caso dos cristais.
Coloque o cristal em suas mãos, segurando elas coloque o cristal embaixo de uma água corrente e visualize a água como uma fonte de luz branca que absorve qualquer impressão energética confinado no cristal. A água corrente levará pia abaixo.
Quando sua intuição dizer que está concluída, o cristal está purificado.
Para potencializar o processo, pode-se entoar uma afirmação durante o processo:
“Com as forças do elemento água eu purifico este cristal, retirando todo registro energético confinado dentro dele”
 
 
Este processo é simples e pode ser feito para qualquer cristal e objeto. Só é preciso um  pouco de prática pra aumentar a afirmação da Vontade.
Limpeza com elemento Ar
 
Nesse processo usa-se o elemento Ar para limpar e purificar o cristal.
Imagine uma bola de luz acima de sua cabeça e visualize um feixe de luz vindo dela passado pela sua cabeça até o chakra do coração, enchendo todo o seu peito. Impregne seu pulmão com essa luz branca. Mantenha em sua mente a intenção de limpar o cristal.
Com seu pulmão cheio de luz, sopre sobre o cristal visualizando soprar um feixe de luz branca que passa através do cristal como se fosse radiação cósmica, limpando todo o cristal.
Visualize uma fumaça negra saindo do cristal e a luz soprada por você varrendo essa fumaça. Depois do processo afirme-se que o cristal está purificado e visualize o cristal com um brilho branco ao seu redor.
Limpeza com água e sal
 
Método muito usado. Quiçá o mais conhecido. Trata-se de colocar o cristal dentro de um frasco com água e sal. Alguns usam sal grosso, outros apenas sal normal de cozinha. A questão do sal grosso é que são cristais maiores e mais definidos de NaCl, porém ambos funcionam.
Deixar o cristal por um tempo mínimo de 12 horas nessa solução.
ATENÇÃO
 
Nem todos os cristais podem ser mergulhados nessa solução salina devido à sua possibilidade de deterioração. Ou seja, água com sal vai estragar o cristal. Isso ocorre defino à uma reação química que leva em consideração a composição química do cristal. A solução salina é agressiva à algumas substâncias, podendo corroer.
Algumas podem se dissolver na água:
Selenita
Lápis-Lazuli
Turquesa
A hematita NÃO DEVE ser purificada usando água com sal porque vai enferrujar. A composição da hematita é um óxido de ferro que pode sofrer hidroxilação em contato com soluções salinas. Ai ela vai ficar laranja.
As sensíveis à luz:
Ametista
Quartzo rosa
Turquesa
Sensíveis ao calor
Ametista
Quartzo
Lápis-lazuli
Turmalina
Turquesa
Limpeza com elemento Terra
 
Outra maneira de purificar os cristais é deixando elas enterradas ou em contato com a terra. Deixar por um período de 12h faz com que a Terra absorva e equilibre as energias confinadas no cristal.
Pode-se deixar elas num vaso, no pátio, na grama á luz do Sol ou da Lua de um dia para o outro.
A purificação exposta à luz solar implicará na energização parcial de energia masculina e na luz lunar, energia feminina.

ENERGIZAÇÃO DE CRISTAIS

 
Após purificação dos cristais, requer recarregá-los e para isso há diversos métodos. O recarregamento é direcionar energia do cosmo para os cristais. Após a purificação há a possibilidade de programá-los, que é a introdução ou confinamento de uma forma-pensamento dentro do cristal.
Energização por indução:
Energização por indução consiste em deixar os cristais próximos à uma drusa de quartzo ou de ametista por um período de 24 horas ou mais.
Energização Solar
Este método utiliza a energia ou o prana natural do Sol. Deixar os cristais expostos sob a luz solar por algum período de tempo  (de 30 minutos á 3 horas)
Energização por Vontade
Este processo envolve a força da Vontade. Visualize uma luz branca descendo do alto de sua cabeça e direcione essa luz para o cristal com a força da Vontade. Impregne o cristal com essa luz.
Pode-se absorver a luz ou a energia em seu corpo e depois direcionar pelas mãos a energia recebida.
Em posição de meditação, utiliza-se a respiração consciente: na inspiração absorva a energia em seu corpo e vá represando ela. Depois de algumas respirações (umas 10) visualize seu corpo cheio de luz e então concentre toda essa energia na sua mão ativa (a que você usa pra escrever) segurando o cristal. Direcione a energia para o cristal, visualizando ela brilhando como um pequeno sol.

PROGRAMANDO UM CRISTAL

 
A programação de um cristal é confinar ou introduzir uma forma-pensamento dentro dele. Existem diversas técnicas e listarei aqui algumas das que eu uso.
  1. respire fundo e relaxe. Imagine uma bola de luz vindo do alto de sua cabeça e conduza  até sua mão ativa que segura o cristal. Visualize seu intento e impregne na bola de luz localizado na mão. Depois de impregnado confine dentro do cristal. Visualize o cristal coberto com essa luz.
  2. Respire e vá represando a energia dentro de você. Depois impregne essa luz do teu corpo  com o intento e direcione para o cristal.
  3. Segure o cristal em frente de sua testa (o terceiro olho, chakra Ajna) e mentalize seu intento. Depois direcione como um feixe de luz essa intenção através do chakra ajna para o cristal.
  4. Desenhe um sigilo com seu intento. Faça um sigilo mântrico e segurando firme o cristal pela mão ativa, entoe o mantra diversas vezes e visualize o cristal sendo carregado com esse mantra.
  5. Pode ser programado por encantamento. Sobre um altar, tenha 5 velas (vermelha para o fogo, amarela para o ar, azul para água, verde/marrom para terra e preta para Akasha). Saiba que cada vela representará um aspecto elemental de Akasha. Disponha em forma de pentágono, sendo Akasha no topo. Ponha o crista no centro desse pentágono. Relaxe e visualize a energia de cada elemento indo dentro do cristal. Visualize cada cor dos elementos dentro do cristal. Com o cristal energizado, pegue com a mão ativa e direcione a intenção com ordem verbal no presente ou imaginando o efeito e transferindo para o cristal. Ponha o cristal no centro do pentágono novamente. Um raio de luz branca vem do infinito e cai sobre o cristal selando todos elementos com a intenção programada, esse é Akasha.

 

 

Sigilos com QR Code

Faça uma sentença ou intento, retire as letras repetidas, forme um desenho com as letras, etc… Todo mundo sabe como se faz um sigilo. E quanto mais bonito melhor. Mas quem não tem criatividade?

Embora a criatividade é parte essencial no processo mágicko, nem sempre fazemos um sigilo que nos agrade. E tem aqueles momentos que não temos tempo ou paciência pra fazer coisas tradicionais. Que tal essa dica de usar códigos QR?

QR Code é um código de barra bidimensional, ou seja, 2D. Com ele você lê textos ou links escondidos por trás desse códigos de barra. Você necessitará de um aplicativo lleitor de QR Code no seu celular.

Como usar QR COde na magia?

Existem diversos usos. O mais clichê é na formação de sigilos.

Você entra nesse site  https://www.the-qrcode-generator.com/, que é um gerador de QR Code, escreve a sua intenção ou desejo em uma frase simples, ou não. Faça como faria

exemplo

QR Code

normalmente. Do lado o gerador já vai formando o seu QR Code. Vai formar uma imagem parecido com essa do lado.

Isso será o seu sigilo. Não precisa retirar as letras repetidas e nem nada, pois o padrão (irreconhecível) é feito pelo software. Agora você coloca a sua essência. Podes editar e colocar filtros, efeitos e whatever no seu sigilo digital.

Segue dois exemplo abaixo:

apagar-5555

Editei no power point.

Agora basta energizar.

Tome cuidado que outras pessoas que usam leitor de QR Code pode ler o que está ali. Mas um pequeno efeito na imagem, já descaracteriza e faz com que fique ILEGÌVEL ao aplicativo. Ou seja, fica secreto.

Acredito que assim seja mais fácil de você esquecer o intento também.

QR Code no seu Diário Mágicko

Outra finalidade interessante é fazer anotações mágickas ou lembretes de algum ritual, etc.. E codificar com QR Code e então colar no diário mágick. Existem ourtros tipos de códigos de barra bidimensionais que possa ser usada. A criatividade é o limite.

Você pode espalhar e ensinar magia pela cidade com essa criptografia que poucos conhece.

 

Um Diário Mágicko moderno

Sem dúvida alguma um diário mágicko é importante durante o desenvolvimento do adepto. Inúmeros livros de muitos autores sempre aconselham o jovem gafanhoto aprendiz de feitiçaria manter um diário com suas anotações sobre seus intentos.

Sabemos que o mago de hoje não é mais o mesmo do mago de 2 séculos atrás. Tudo se modernizou, inclusive o seu “Livro das Sombras”…

Aqui vou dar uma sugestão. Irei falar do Evernote, que pode ser usado como um organizador para um mago do século XXI que gosta de tecnologia.

evernote-intro

O evernote é um gerenciador de notas que permite criar cadernos de acordo com o assunto desejado. Dentro do caderno o usuário cria notas que podem ser ideias, pensamentos, documentos, registros, captura de tela, artigos, pdf, etc… Dá de fazer um monte de coisa. Aqui focarei mais ao uso prático do mago.

Você cria um caderno e dentro dele você cria as notas que você quiser. Darei alguns exemplos.

Você pode registrar seus sonhos, por exemplo. Crie uma nota com o título Sonho e então escreva dentro na nota o que aconteceu. Salve clicando em “concluído” e pronto.

nota-sonho

Fez um exercício de meditação? Anote em uma nota nova e escreva dentro dela e salve.

É possível criar notas para cada coisa que você quiser: tabelas de correspondências, sigilos, etc. A nota contém automaticamente data e é possível adicionar um lembrete nele também (para caso queira usar a Lua Cheia do dia X para energizar um sigilo, por exemplo. O lembrete pode já conter todo o procedimento escrito previamente por você, claro).

meditacao-exemplo

 

A visão do caderno pode ser visualizado abaixo:

geral

 

É possível adicionar imagens também às notas. Você pode capturar pelo celular ou tablet  com a câmera. Pelo computador é necessário ter a imagem em forma de arquivo e anexar.

anexar-arquivoanotacao-com-imagem

 

energizacao-de-sigilos-exemplonotas

 

Isso foi mais uma sugestão mesmo. Embora seja mais pratico, eu particularmente prefiro o caderno normal. Porem o Evernote ajuda numa pesquisa na web, podendo anexar alguma informação diretamente da página.

A vantagem de usar um caderno online  é poder acessar em vários aparelhos pelo app. Você pode fazer o download para usar no computador e também no smartphone e tablet.

 

Scientology e Chaos Magick

Lembro de quando eu peguei na biblioteca um livro da série scientology. Não conhecia e só havia ouvido falar dela. Peguei um daqueles livros, “Fundamentos do Pensamentos” e me dispus a lê-lo. O que me surpreendeu foi que o livro vai na raiz do conceito e isso me fez reprogramar alguns dos meus  pensamentos. Logo percebi que aquilo tinha utilidade nas praticas de magick. Alguns dos conceitos eu já coloquei no blog e podem encontrar aqui.

Recentemente retornei aos estudos de magia do caos (depois de um período de hiato) e me deparei com a scientology em um dos livros bem conhecidos pela comunidade caótica. Esse livro é O Livro dos Resultados do Ray Sherwin.

Uma das poucas disciplinas não-mágickas que especula
sobre os poderes inatos da mente é a Dianética

Livro dos Resultados, pag 21

Ele cita e aborda rapidamente um  conceito que diz respeito sobre as camadas da mente. Ou melhor dizendo.. Os tipos. Scientology separa a mente em duas partes:

1-Mente Analítica

2- Mente Reativa

A mente analítica é quando estamos lendo, vendo TV, falando, ou seja, quando estamos conscientes e despertos.

Já a mente reativa assume quando a mente analítica sai de cena. E essas circunstâncias ocorrem no geral  em momentos críticos, quando estamos no limiar da sobrevivência. Seria ela a responsável por atitudes como rastejar para longe do perigo quando levamos uma pancada, fechar os olhos quando alguma coisa explode perto, etc.

A mente reativa é a mente inconsciente e no processo de chaos magick tenta-se chegar a essa mente. Uma sigilização ocorre quando inibimos a mente analítica e damos luz à mente reativa.

Scientology atribui à mente reativa algumas doenças que respondem em forma de doença psicossomática. Em um acidente de carro, por exemplo, no ato do acidente sua mente analítica sai de cena e a mente reativa absorve todo o cenário. A cor do carro, o cheiro de pastel frito e a dor de cabeça causada pelo impacto.

Após o acidente a pessoa sofre de enxaqueca por causa do cheiro de pastel que faz o corpo reviver toda a cena e ela e não sabe por que. Isso é chamado de aberrações.

A sigilização ocorre da mesma forma. Todo o ambiente entrará junto com o sigilo. Por isso impressões como aroma, mantra etc é importante. Pois isso gera um  código que aciona o intento.

Por isso algumas técnicas de gnose em situações traumáticas funcionam muito bem. Levi falava sobre impressões na imaginação. Quanto mais fora dos seus dogmas ou algo que lhe impressionava medo e horror, mas forte era. Isso explica os rituais de “magia negra” com sacrifícios e outras parafernálias bizarras e medonhas.

Se busca o vácuo mental. Algumas maneiras simples de energizar um sigilo no cotidiano usando esse conhecimento é:

Se você tem pavor de dentista, aproveite para energizar alguns sigilos. É certo que a vacuidade se instaurará em sua mente no momento da anestesia.

Se você tem medo de dirigir, desenhe o sigilo no para-brisa é vá!

Pular de bungee Jump funciona por  que a mente reativa entra em cena por que o corpo pensa que vai morrer colidindo no chão.

São só alguns exemplos para inspirar e mostrar como a mente trabalha.

********************

*******

*

<0>EXANOS<0>